JORNAIS E PERIÓDICOS ESPÍRITAS

 CONTIDAS NAS REVISTAS ESPÍRITAS

PUBLICADOS POR ALLAN KARDEC
 

MATERIAIS RAROS PARA PESQUISADORES ESPÍRITAS

 

AUTO-DA-FÉ DES LIVRES SPIRITES À BARCELONE

PHOTOGRAPHIE D'APRÈS LE DESSIN ORIGINAL FAIT SUR LES LIEUX

 

O NOVO BISPO DE BARCELONA

No dia 31 de julho de 1864, um novo bispo assumiu o comando da Igreja em Barcelona, palco do auto de fé de três anos antes. Enquanto seu antecessor pedia perdão por seus pecados em mensagens póstumas na Sociedade Espírita de Paris, dom Pantaléon Montserrat y Navarro mandava publicar um artigo furibundo contra o espiritismo no jornal El Diário de Barcelona.

No panfleto, lamentava o “triste espetáculo” oferecido pelo espiritismo: a evocação dos espíritos invisíveis em antigas práticas de necromancia e o “monstruoso comércio” entre a luz e as trevas, a verdade e o erro, o bem e o mal.

O bispo estava indignado com a repercussão alcançada pelos milhares de exemplares de O livro dos espíritos em circulação na Espanha em pleno século XIX, “tão rico em descobertas sobre as leis da natureza e em experiência científicas”. E citava o filósofo Pascal para explicar como tantas “fábulas” prosperavam entre homens de bem: “Os incrédulos são os mais levados a crer em tudo.”

Ridículos — era assim que o bispo definia os “sonhos da magia e aparições de espíritos”. E era com estas palavras que classificava Allan Kardec, o “grande propagador desta seita de modernos iluminados”: “um sonhador de imaginação exaltada e em delírio.”

Que Kardec desistisse de estabelecer ligações cristãs entre a doutrina espírita e a fé católica — o bispo não admitiria este atentado ao cristianismo. Contra O livro dos espíritos, tinha a Bíblia, as escrituras santas. Estava em Eclesiastes (XXI: 5,7): “As adivinhações, os augures e os sonhos são coisas vãs, e o coração sofre essas quimeras.”

Para tentar deter os “delírios e quimeras” espíritas, o bispo baixou um decreto:

Condenamos O livro dos espíritos, traduzido em espanhol sob o título de Libro de los espiritos (...). Proibimos a sua leitura a todos os nossos diocesanos, sem exceção, e lhes ordenamos que entreguem a seus curas os respectivos exemplares que lhes caírem nas mãos, para que nos sejam enviados com toda segurança possível.

Fontes: Kardec - A Biografia - Marcel Souto Maior

 

JORNAIS E PERIÓDICOS ESPÍRITAS NO TEMPO DE ALLAN KARDEC

 

Allan Kardec - Revue Spirite - Journal D' Études Psychologiques (Année 1858 à Année 1869)

 

Le Progrès Spirite (Année 1895 à Année 1912)

 

Jornal Espírita - O Eco de Além-Túmulo - Monitor do Espiritismo no Brasil (Ano de 1869)

 

Journal Spiritisme - La Vérité - Lyon (Année 1863 à Année 1867) (Année 1876)

 

Journal Périodique - L' Union Spirite Bordelaise (Décember 1865 à Mars 1866)

 

Journal du Spiritisme - Le Sauveur des Peuples (Année 1864 à Année 1865)

 

Journal Périodique - Le Spiritisme A Lyon (Avril 1868 à Juin 1868) (Juin 1872)

 

The Spiritual Magazine (Year 1860)

 

Revista Mensual - El Criterio Espiritista (Noviembre de 1868 á Diciembre do 1869) (Año 1878)

 

El Espiritista - Revista Científica Mensual (Año 1878)

 

El Espiritismo - Revista Quincenal (Año 1872)

 

Revista Espiritista - Periódico de Estudios Psicológicos (Año 1869 à Año 1870)

 

Revista Mensual - El Buen Sentido (Año 1875 à 1878)

 

La Rivista «Annali dello Spiritismo in Italia» (Compilação)

 

Ver no site a bibliografia contida na Revista Espírita publicado por Allan Kardec