JORGE HESSEN

palavras sem engano

(QUESTÕES DOUTRINÁRIAS - À LUZ DO ESPIRITISMO)

 

Produção digital e distribuição gratuita por:

Portal Luz Espírita

Autores Espírita Clássicos

 

BRASIL

(2019)

Prefácio:

Ora, ninguém tem a obrigação de ser espírita e sequer demorar-se nos grupos kardecianos. Por isso, não podemos misturar as opiniões e cláusulas kardecianas com outras doutrinas estranhas aos objetivos espiritas. Cada um no seu espaço em plena liberdade de escolha.

Neste livros refletimos sobre diversos temas. Abordamos a questão das tatuagens e piercings. Lembrando que o corpo físico é o templo do Espírito e não nos pertence, portanto, temos a obrigação de preservá-lo contra agressões que possam lesar e ou mutilar a sua composição natural.

Recordamos das novas gerações, como velhas provocações diante dos atuais desafios da inteligência infanto-juvenil. Realmente observamos os pequenos (crianças e adolescentes) como exímios empreendedores que se sobressaem quais proeminentes alienígenas negociantes e habitantes da Terra.

Discutimos o mercantilismos elitista no movimento espírita brasileiro. Pois que, de duas, uma! Ou o Espiritismo chega à massa dos espíritos visíveis (encarnados), especialmente os “filhos do Calvário”, os deserdados, para justificar suas mensagem ou submergirá no fosso profundo da hipocrisia e não haverá mais razão e nem legitimidade divulgar o Evangelho através da Terceira Revelação.

Discutimos graves questões sociais sobre os “Casamentos” precoces e as uniões prematuras. Mais adiante encontraremos o debate sobre o chavão do Vade retro obsessor. Sertá que os espíritas compreendem que os cognominados, “capetas”, “coisa-ruim”, “lúcifer”, “diabo”, “satanás”, “satã”, “cão”, “demo”, “besta” e outros “demônios” que reverberam na mente do povo, não são seres votados por Deus à prática do mal, e sim seres humanos desencarnados que se desequilibraram em atitudes infelizes perante a vida. Na raiz do problema encontramos a necessidade de considerar os chamados “espíritos das trevas” [demônios] por irmãos verdadeiros, requisitando compreensão e auxílio, a fim de se remanejarem do desajuste para o reequilíbrio neles mesmos.

Escrevemos sobre a escola como construtora do cidadão e o lar como reduto de edificação do homem. Lembramos sobre a necessidade das superações íntimas por meio do perdão a fim de que sejam evitados os conflitos de conduta e as subjugação.

Indicamos alguns explicações sobre a temática adâmica considerando o “pecado”, “castigo”, “culpa” e o livre arbítrio. Apontamos os equívocos das sessões para os "curandeirismos" ilusórios, sabendo que Kardec não priorizou o estudo específico da mediunidade de “cura” nas obras da Codificação, a rigor, jamais tocou no assunto sobre “cirurgiões do além”. Em face disso, é inteiramente contraditório e lamentável a forma de como alguns centros espíritas propõem sessões de “cura especial” através da incorporação de “espíritos cirurgiões” por meio de alguns.

Brasília, 1 setembro de 2019
Jorge Hessen

Fontes: Canal Espírita Jorge Hessen (Reunião Pública - Vida - Instituto Espírita Bezerra do Menezes) Palestra Espírita com o Expositor Jorge Hessen sobre Estudo de "O Livro dos Espíritos" realizado no dia 28/09/2019 Instituto Espírita Bezerra do Menezes em Águas Claras na cidade Brasília.

Fontes: A Luz na Mente » Revista on line de Artigos Espíritas

Fontes: Portal Luz Espirita

"A perspectiva da responsabilidade fora da lei humana é o mais poderoso elemento moralizador: é o objetivo ao qual conduz o Espiritismo pela força das coisas."

Allan Kardec - Revista Espírita, março de 1869 - A carne é fraca - Estudo fisiológico e moral.

"Eis uma recomendação feita incessantemente pelos bons Espíritos. Dizem eles: "Deus não vos deu o raciocínio sem propósito. Servi-vos dele a fim de saber o que estais fazendo." Os maus Espíritos temem o exame. Dizem eles: "Aceitai nossas palavras e não as julgueis". Se tivessem consciência de estar com a verdade, não temeriam a luz."

Allan Kardec - Revista Espírita, fevereiro de 1859 - Escolhos dos Médiuns

 

RELAÇÕES DE OBRAS PARA DOWNLOAD

 

Allan Kardec - O Evangelho Segundo O Espiritismo (Cap. XXIII - Estranha moral)

 

Jorge Hessen - Palavras sem engano