ERNESTO BOZZANO

Manifestações importantes e aparições na forma dos mortos

 

OBRA RARA TRADUZIDA

 

Ernesto Bozzano - Manifestazioni importanti ed apparizioni in forma dei defunti

Estratto la rivista La Ricerca Psichica

Casa Editrice Luce e Ombra

Roma (1937)

 

Tradutora do Italiano para o Português

Fabiana Rangel

 


 

ERNESTO BOZZANO

 

Nasceu em Gênova em 9 de janeiro de 1862 e morreu naquela cidade (depois de um período em Savona) em 24 de junho de 1943. Sempre viveu só e se dedicou inteiramente, com grande paixão, ao estudo da parapsicologia: conduziu sua existência na casa de um irmão rico e assim pode exprimir o melhor de seu intelecto em um ambiente adequado.

 

Pesquisou cada ramo da parapsicologia, sem limitar os tipos, publicando umas cinquenta monografias sobre os mais variados temas e argumentos oferecidos por ela. Foi colaborador das mais importantes revistas estrangeiras e da Luce e Ombra, em particular, na qual escreveu de 1906 e 1939, publicando nela 3700 páginas.

 

Tendo se dedicado à parapsicologia a cada hora do dia, sem perder um só minuto, conseguiu assimilar, no curso de 52 anos, uma quantidade enorme de material útil, tornando-se assim um dos maiores eruditos no campo da parapsicologia.

 

Tradutora: Fabiana Rangel

Prefácio da obra:

O italiano Ernesto Bozzano, um cientista clássico da investigação espírita, publicou dezenas de monografias sobre os mais variados temas e argumentos oferecidos pela Codificação Kardeciana. Bozzano foi colaborador das mais respeitáveis revistas especializadas do mundo e de maneira especial da “Luce e Ombra”, para a qual escreveu milhares de páginas por extensos trinta e três anos (1906 e 1939).

Bozzano tendo se dedicado diuturnamente à causa espírita, conseguiu por mais de meio século compor uma coleção admirável de documentos científicos, fruto das suas observações metapsíquicas, tornando-se assim um dos mais fecundos e destacados eruditos na área experimental da parapsicologia.

A presente monografia que ora oferecemos ao leitor concentra em seu núcleo os resultados das análises e observações que comprovam a natureza, a existência, a sobrevivência e a comunicabilidade dos “mortos”.

As ideias básicas nela contidas, registram as manifestações diretas de múltiplos eventos mediúnicos devidamente reunidos, sob os alicerces das provas inquestionáveis produzidas pelos próprios “mortos” (fora da carne) junto aos experimentadores “vivos” (encapsulados no corpo carnal).

Todos os casos estudados e reunidos na monografia vêm confirmar os postulados espíritas sistematizados por Allan Kardec, sancionando que a vida prossegue em outros planos distantes da matéria densa da carne.

Em suma, oferecemos ao digníssimo leitor de “Autores Espiritas Clássicos” mais uma joia preciosa que vem robustecer a certeza científica sobre a imortalidade da alma e a comunicabilidade dos “mortos” com os “vivos” na Terra.

São Paulo, 11 de junho de 2016

Jorge Hessen
 

Fontes: Fondazione Biblioteca Bozzano De Boni

Fontes: A Luz na Mente » Revista on line de Artigos Espíritas (Morte, um tema que ainda golpeia anseios e aflige sentimentos)

"A Doutrina Espírita transforma completamente a perspectiva do futuro. A vida futura deixa de ser uma hipótese para ser realidade. O estado das almas depois da morte não é mais um sistema, porém o resultado da observação. Ergueu-se o véu; o mundo espiritual aparece-nos na plenitude de sua realidade prática; não foram os homens que o descobriram pelo esforço de uma concepção engenhosa, são os próprios habitantes desse mundo que nos vêm descrever a sua situação; aí os vemos em todos os graus da escala espiritual, em todas as fases da felicidade e da infelicidade, assistindo, enfim, a todas as peripécias da vida de além-túmulo.

Eis aí por que os espíritas encaram a morte calmamente e se revestem de serenidade nos seus últimos momentos sobre a Terra. Já não é só a esperança, mas a certeza que os conforta; sabem que a vida futura é a continuação da vida terrena em melhores condições e aguardam-na com a mesma confiança com que aguardariam o despontar do Sol após uma noite de tempestade. Os motivos dessa confiança decorrem, outrossim, dos fatos testemunhados e da concordância desses fatos com a lógica, com a justiça e bondade de Deus, correspondendo às íntimas aspirações da Humanidade.

Para os espíritas, a alma não é uma abstração; ela tem um corpo etéreo que a define ao pensamento, o que muito é para fixar as ideias sobre a sua individualidade, aptidões e percepções. A lembrança dos que nos são caros repousa sobre alguma coisa de real. Não se nos apresentam mais como chamas fugitivas que nada falam ao pensamento, porém sob uma forma concreta que antes no-los mostra como seres viventes. Além disso em vez de perdidos nas profundezas do Espaço, estão ao redor de nós; o mundo corporal e o mundo espiritual identificam-se em perpétuas relações, assistindo-se mutuamente.

Não mais permissível sendo a dúvida sobre o futuro, desaparece o temor da morte; encara-se a sua aproximação a sangue-frio, como quem aguarda a libertação pela porta da vida e não do nada."

Allan Kardec - O Céu e o Inferno

(Cap. II - O Temor da morte - Por que os espíritas não temem a morte)

 

RELAÇÃO DE OBRAS PARA DOWNLOAD

 

Allan Kardec - O Céu e o Inferno (Obra de Allan Kardec - "O Céu e o Inferno" - Segunda Parte - Cap. I O Passamento, Cap. II Espíritos Felizes, Cap. III Espíritos em condições medianas, Cap. IV Espíritos sofredores, Cap. V Suicidas, Cap. VI Criminosos arrependidos, Cap. VII Espíritos endurecidos, Cap. VIII Expiações Terrestres)

 

Ernesto Bozzano - Manifestações importantes e aparições na forma dos mortos (PDF)

 

Ernesto Bozzano - Manifestações importantes e aparições na forma dos mortos (DOC)