Galeria de Valois, no Palais Royal, local de lançamento 

O Livros dos Espíritos em 1857

Foi no dia 18 de abril de 1857, na cidade de Paris, capital da França, que veio a lume "O Livro dos Espíritos", a obra basilar do Espiritismo, ditada pelo mundo invisível e compilada, separada, classificada e codificada pelo ínclito professor Hippolyte Léon Denizard Rivail, que, propositadamente, adotou o pseudônimo de Allan Kardec.

FÉLIX REMO

O FERVOROSO ESPÍRITA FRANCÊS

(???? - 1926)

Uma pequena visão sobre Félix Remo:

- Um ardente defensor da Doutrina Espírita que foi alimentado pelas constatações da sobrevivência da alma no além morte.

- Foi contemporâneo dos grande gigantes do Espiritismo como: Léon Denis, Gabriel Delanne, Charles Richet, Sir Oliver Lodge e participou da época de ouro dos grandes Congressos Espíritas.

- Félix Remo publicou grandes obras espíritas de vasta envergadura tais como: Le pélerinage des existences (1918), Le Mystère de notre existence. (1919), La traversée de la vie (1925).

Pequeno texto extraído da obra

Claire Baumard - Léon Denis na Intimidade (Cap. X)

O ano de 1925 privara as ciências psíquicas de dois mestres: Flammarion, na França, e Sir William Barrett, na Inglaterra.

A morte de Gabriel Delanne abriu uma nova era de luto para 1926. Lemos a Léon Denis artigos necrológicos consagrados: em maio, a Felix Remo, ao pastor Benezech em junho, ao médium de curas Beziat no mesmo mês.

Em julho, o Dr. Senturens, o devotado tesoureiro da “União Espírita Francesa” desaparecia. Em agosto, foi Emmanuel Vauchez, fundador do Comitê de Estudos de Fotografia Transcendental. “Isto não acabará mais?!” – dizia Léon Denis.

Alguns meses mais tarde, como eu lhe dava a leitura das mensagens de Felix Remo, recebida em alguns grupos, ele me disse: “Não achas que estas belas descrições do Além causam inveja e o desejo para aí partir bem depressa?” E como ele não julgasse minha resposta bastante entusiasta, acrescentou: “Eu tenho agora muito mais amigos “do outro lado” do que aqui; tu experimentarás isto se chegares à minha idade.”

Ver no site a obra bibliográfica de Léon Denis (Claire Baumard - Léon Denis na Intimidade)

Fontes: Centre Spirite Lyonnais Allan Kardec

Vítor Meunier, redator do jornal Le Rappel, seção científica, contemporâneo de Allan Kardec, escreveu que "O Espiritismo cresce em abundância como uma floresta, sobre as ruínas do materialismo agonizante."


RELAÇÃO DE OBRAS PARA DOWNLOAD

 

Allan Kardec - O que é o Espiritismo (Obra de Allan Kardec - "O que é o Espiritismo" - Esquecimento do passado - Cap. I)

 

Félix Remo - O Mistério de Nossa Existência (Obra rara traduzida)

 

Félix Remo - Le pélerinage des existences (Fr)

 

Félix Remo - La traversée de la vie (Fr)