HENRI SAUSSE

¿Provas? ¡Aqui estão elas!

 

OBRA RARA TRADUZIDA

 

Título Original em Francês

  Henri Sausse - Des preuves? - En voila!

Editora: Valence-sur-Rhône

Impres de Ducros et Lombard

Paris (1922)


Título em Espanhol

Henri Sausse - ¿Pruebas? ¡Aquí las tienen!

 

Tradutora do Espanhol para o Português

Teresa da Espanha

 

O site e o mundo espírita vem agradecer de todo o coração a confreira Teresa da Espanha que traduziu uma obra de vasto valor doutrinário que o público da língua portuguesa nunca teve acesso.

Henri Sausse como o principal (biógrafo) de Allan Kardec vem nos relembrar os amplos trabalhos do Codificador da Doutrina Espírita.

Henri Sausse como fiel escudeiro do mestre de Lyon continua após o desencarne de Allan Kardec a sua luta pela expansão do ideário espírita, através de diversas pesquisas com médiuns que faziam parte de círculos espíritas da França para reafirmar ainda mais a imortalidade da alma e as suas vidas sucessivas.

Irmãos W.

Trechos da obra:

É porque eu já era espírita em 1867 que me ocupei destas pesquisas, é porque eu era espírita que mais tarde pude investigar interessantes fenômenos e é por causa de todas estas manifestações que, apesar do que alguém possa pensar sobre isto, até o dia em que receber a ordem de partir para a minha grande viagem ao além, continuarei sendo espírita e fiel a Allan Kardec.

Ode a Allan Kardec

Glória a ti Kardec, que através do Espiritismo,
Ensinando-nos, da morte, qual é o amanhã,
É graças às tuas lições, teu puro idealismo,
Que seguimos o caminho da Verdade.

A dúvida triunfava. O materialismo,
Sufocando em nossos corações nosso generoso entusiasmo
Submetia-nos sob o jugo do seu falso realismo,
Deixando-nos como único porvir o vazio.

Quando vieste a nós, pensador rigoroso,
Ensinando-nos as duras leis do destino,
Levantaste para nós os véus do mistério,
Que conheceram antigamente nossos pais na Gália.

Através dos teus ensinamentos, aprendemos, ó Mestre,
Que devemos buscar sempre o certo, o belo:
Que morrer aqui embaixo, é nascer de novo,
Em um mundo melhor, além do túmulo.

Porém, para tanto devemos, sem trégua nem descanso,
Domar as paixões do nosso corpo,
Elevar-nos sempre é a nossa grande tarefa,
Se quisermos atingir as altas esferas.

Para alcançar a meta deste longo caminho
Em cada etapa devemos, cheios de doces esperanças
Cumprir os desígnios que um destino magnânimo
Gravou nos nossos corações como primeiras tarefas.

Como início, ajudarmos mais a cada dia,
Compadecermo-nos daquele que sofre e estender-lhe a mão,
Ter sempre a coragem de querer evoluir,
E a cada passo que dermos respeitar os outros.

Sem temor e sem medo da eterna viagem
Que devemos cumprir, observarmos as leis.
Sabemos que a vida é uma peregrinação
Que teremos de cumprir muitas outras vezes.

Porém sabemos também que quando a noite cai
Podemos evocar os nossos mortos queridos,
Que para nos revelarem os segredos sepulcrais
Animam-se com a melhor das vontades para nos agradarem.

Louvemos Allan Kardec, exaltemos sua memória,
Do Espiritismo o ilustre fundador;
Sobre o mármore e o bronze do templo da glória
Vamos gravar o nome deste grande Benfeitor.

O que eu quis, nestes versos meus em teu louvor, ó Mestre,
Foi afirmar tua doutrina, esclarecer seu propósito,
E para que ela seja amada, sendo conhecida,
Com a minha fidelidade, render meu tributo a ela.

Também quero comemorar estes dois cinqüentenários,
O da tua volta, ó Mestre, para o além;
O dos meus inícios entre os teus discípulos;
E como então, responder ao chamado.

Henri Sausse

"A credulidade de alguns espíritas de boa-fé, mas que se deixam enganar muito facilmente por assinaturas mais ou menos ilustres, tem causado prejuízos demais à nossa filosofia como para não estarmos sempre alertas e não reagirmos energicamente contra a ingenuidade daqueles que aceitam tudo sem controle.

Por tanto, devemos ser sempre prudentes e perspicazes nas nossas experiências; e não renunciar nunca ao testemunho, ao controle da nossa consciência, da nossa razão; somente agindo assim é que poderemos esperar obter resultados sérios e satisfatórios, é que conseguiremos levantar o véu da casta Ísis e indagar no mistério do nosso destino.

Precisamos assimilar que o Espiritismo é um estudo sério e profundo; se queremos conseguir resultados sérios, precisamos gastar tempo e nos esforçarmos muito seriamente"

Henry Sausse "Provas? Aqui estão elas!"

 

RELAÇÃO DE OBRAS PARA DOWNLOAD

 

Henri Sausse - ¿Provas? ¡Aqui estão elas! PDF

 

Henri Sausse - ¿Provas? ¡Aqui estão elas! DOC

 

Henri Sausse - Des preuves? - En voila! (Fr.)

 

Henri Sausse - ¿Pruebas? ¡Aquí las tienen! (Esp.)