LINDA GAZZERA

A GRANDE MÉDIUM ITALIANA

OS GRANDES médiuns de efeitos físicos

e DE materialização DE ESPÍRITOS

(1890 - 1942)

 

O grande pesquisadora da mediunidade de Linda Gazzera foi Juliette Alexandre Bisson LINK

 

Ectoplasta [do grego ektós + plas (ma) + -ta] - Médium de efeito físico que empresta potencial ectoplásmico para materialização de Espírito ou objeto espiritual.

Ectoplasma [do grego e do latim, respectivamente: ektós + plasma]- 1. Biologia: parte periférica do citoplasma. 2. Parapsicologia: termo criado por Charles Richet para designar a substância visível que emana do corpo de certos médiuns. 3. Para a ciência espírita, designa a substância viscosa, esbranquiçada, quase transparente, com reflexos leitosos, evanescente sob a luz, e que tem propriedades químicas semelhantes às do corpo físico do médium, donde provém. É considerada a base dos efeitos mediúnicos chamados físicos, como a materialização, pois através dela os Espíritos podem atuar sobre a matéria.

médico italiano Enrico Imoda

Imoda, Enrico. Fotografie di Fantasmi. Turim, 1912 (Italian)

Biografia de Linda Gazzera:

Dr. Enrico Imoda - A investigação do Dr. Imoda sobre a jovem médium Linda Gazzera baseou-se em evidências fotográficas recolhidas de 1908-10 em uma série de 100 sessões. Um diagrama e uma fotografia no livro descrevem o despolpamento de várias câmeras. As sessões foram conduzidas na escuridão total, um flash de magnésio que permitia às câmeras capturar as formas ectoplasmáticas materializadas e os fenômenos telequinéticos produzidos por Miss Gazzera.

Algumas das imagens apresentam o meio fascinado e cercado por participantes de espetáculos em dramáticos quadros que relembram cenas da Ópera Principal. Em vários casos, o próprio Dr. Imoda está incluído nas fotografias, puxando para trás uma cortina ou olhando atônito para uma gaiola levitante.

O livro Fotografie di Fantasmi foi publicado postumamente em 1912, com uma introdução pelo colaborador de Imoda Dr. Charles Richet. Uma série de sessões em 1909 foi conduzida sob a supervisão do Dr. Richet em sua casa em Paris e fotografadas pelo investigador ocultista francês Gillaume de Fortenoy (que escreveu a palavra a favor deste volume).

Em seu prefácio e em escritos posteriores, Richet afirma que essas fotografias das "formas ectoplasmaticas" de Gazzera retratam fenômenos psíquicos verdadeiros, porque os protocolos científicos empregados eram muito rígidos para permitir enganar. Mas de Fortenoy, em seu artigo posterior a este volume, coloca dúvidas sobre as manifestações em grande parte bidimensionais de Gazzera. Ele sugere que se o Dr. Imoda tivesse vivido mais tempo, ele teria compartilhado essas dúvidas.

Esta cópia da Fotografie di Fantasmi inclui uma etiqueta rosa na página 88, conforme emitida, em lugar de uma pequena fotografia que não estava disponível no momento da publicação.

Linda Gazzera - A médium italiana nasceu em Roma a 26 de agosto de 1890; tendo desencarnado na cidade de São Paulo, no dia 24 de Novembro de 1942, foi sepultada no Cemitério São Paulo (Rua Cardeal Arcoverde) - São Paulo - SP Médium de efeitos físicos, especialmente de materialização. Foi estudada inicialmente por Cesare Lombroso; mas foi Enrico Imoda que a revelou para o mundo como uma das maiores médiuns, depois de Paladino.

O Dr. Enrique Imoda, médico italiano e infatigável pesquisador dos fenômenos supranormais, estudou pacientemente durante dois anos, a mediunidade de Linda Gazzera, tendo conseguido, após inúmeras experiências, reunir material de grande valor documental, em que figuram produções teleplásticas e corporificações notáveis, fotografadas durante a série de sessões, realizadas em Turim, nas residências da princesa de Ruspoli e da senhora Coggiola, com um reduzido grupo que ele organizou.

A valiosa documentação desse experimentador italiano foi, depois de sua desencarnação, em 1912, impressa pela editorial Fratelli Bocca, com o título de "Fotografie di Fantasmi", trazendo um belo e substancial prefácio de Richet. O livro de Imoda é hoje uma preciosidade. Ele contém a mais famosa documentação iconográfica dos fenômenos metapsíquicos da época com a mediunidade de Linda Gazzera.

Foi em maio de 1908 que Linda Gazzera passou a trabalhar com o Dr. Imoda. Acontecimento este notável na vida deste experimentador. O único objetivo de Imoda em seus estudos era o de conseguir fotografar as produções materializadas. Com paciência incomparável, esse pesquisador extraordinário levou 2 anos, sem esmorecer sequer um só instante, entre os mais desanimadores fracassos, para poder ver coroadas de êxito as suas provas reais da objetividade dos fenômenos de teleplastia e corporificações. Linda Gazzera nessa época tinha 22 anos de idade. Imoda descrevendo a constituição e a personalidade de sua médium diz o seguinte:

"É de estatura normal e abundantes, negríssimas e amontoadas sobrancelhas; um tanto pálida; olhos grandes, escuros, vivos, escutadores, mas se os encara com fixidez, apresenta desfalecimento característico como os de uma pessoa que se deixa facilmente hipnotizar. É de caráter impulsivo, habitualmente alegre; ri à vontade, mas passa com facilidade de um para outro estado de ânimo; facilmente se entristece, facilmente se controla.

Tem tendência à Infantilidade; gosta muito de brincar com crianças. É singular nos seus hábitos; aprecia dormir durante o dia e velar à noite. Durante à noite, lê, cose ou confecciona suas roupas. Escreve novelas e historietas sentimentais e as envia aos jornais populares Tem discreta cultura literária; aprecia o estudo das línguas estrangeiras e mostra acentuada tendência para o desenho".

Falando das características do transe de Linda Gazzera diz Imoda:

"O seu transe, ou o seu sono mediúnico, apresenta duas prerrogativas preciosas: a médium adormece com uma extraordinária facilidade e rapidez; em poucos minutos passa para a fase de lúcido sonambulismo mediúnico e no fim da sessão, com a mesma rapidez, com um simples e ligeiro sopro nos olhos e a uma chamada pelo nome à voz baixa, desperta repentinamente, recuperando incontinenti completa lucidez.

Durante o transe, Linda Gazzera apresenta, na sua segunda condição fisiológica e psíquica, um comportamento muito diferente. Na sua melhor condição o "transe" é tranquilo: a médium é contente, alegre sem exagero, cortês, amável. Mas, se na hora precedente à sessão ela se aborrece, se encoleriza ou se amedronta; ou se ainda na sessão se apresenta uma pessoa a ela antipática; ou finalmente se no seu sono o subconsciente é tomado de alguma paixão; se o seu estômago se encontra ainda em atividade digestiva, então o caráter da médium e a fisionomia da sessão mudam completamente.

Nesse caso a força mediúnica é ainda mais enérgica fisicamente. Golpes tremendos que espatifam os móveis são dados, assemelhando-se aos de um malho. A médium transpira, bufa, agita-se, debate-se, contorce-se; a personalidade mediúnica muda o seu caráter e assume conduta violenta, brutal."

Linda Gazzera o sr. Imoda descreve duas personalidades mediúnicas que orientavam os trabalhos nas sessões de Linda Gazzera. Uma se dizia chamar "Vicenzo", ex-oficial de cavalaria. O caráter fundamental dessa personalidade era o de conservar absoluta autonomia. A segunda personalidade dizia-se chamar "Carlotta". Apresentava-se à sessão com uma fisionomia físicopsíquica muito diferente da de "Vicenzo". Era amável, cortês, delicada de modos e de expressões. São estas as considerações resumidas do notável trabalho de Imoda sobre Linda Gazzera no período áureo do desenvolvimento de sua mediunidade. Como já dissemos atrás, dois anos duraram as experiências de Imoda com esta médium.

Tendo sido apresentada a Richet por esse investigador italiano, linda Gazzera em fins de 1909 vai a Paris, no círculo de Richet, pode-se bem avaliar pelas inúmeras cartas relatos que este endereçou a Imoda. Transcreveremos apenas trechos de uma delas e outra na íntegra.do livro de Imoda, para se poder bem apreciar a intensidade dos fenômenos produzidos em Paris pela mediunidade de Linda Gazzera. As sessões tiveram lugar na residência de Richet, com as assistências do Prof. Richet, Mme. Richet, Carlos Richet Filho e o sr. Fontenay.

Doze sessões coroadas com pleno êxito no pequeno círculo familiar, privado, do prof. Richet. Em seguida, Linda Gazzera voltou a Turim para continuar as pesquisas de Imoda. No dia 13 de setembro de 1909 realizou a última sessão com esse investigador. Imoda adoeceu de cama para nunca mais se levantar. Entretanto as suas sessões continuaram sob a direção do sr. Demaison. Foi nessa época que começaram a surgir os primeiros fenômenos luminosos. Assim "na sessão de 4 de outubro de 1909, antes de a médium cair em transe, um corpo esferoidal, vem para a mesa completamente envolvido na cortina.

A médium inteiramente acordada, podia tocá-lo e dizer que tinha consistência muscular. Apresentava uma superfície de cerca de quatro centímetros quadrados, completamente fosforescente. Quando a médium tocava esta parte, a fosforescência passava para ela por alguns segundos. Verificou-se que este corpo não tinha extensão para dentro da cortina, mas era completamente isolado. Logo que a médium caiu em transe, Vicenzo disse que era a sua cabeça que não se tinha materializado bem, por falta de força necessária". E assim, esse novo fenômeno de luminosidade foi-se produzindo com mais intensidade nas sessões seguintes:

Linda Gazzera casou-se com o engenheiro mecânico francês Raymond Victor Demaison no final de 1910 e se mudou para Winnipeg (Canadá), e passou a adotar o seu nome de batismo Ermelinda Nicoletta, abandonou a prática mediúnica e sepultou Linda Gazzera definitivamente. Nessa cidade teve seu único filho Victor Hector Demaison, nascido 27 de Novembro de 1912. Raymond o marido, tinha traços de genialidade pois conseguira, trabalhando a serviço dos Estados Unidos, aumentar a propulsão mecânica dos aviões americanos durante a Primeira Guerra, equiparando-os com os imbatíveis aviões alemães, dentre eles o Red Baron pilotado por Von Hichthofen.

Apesar de estarem bem instalados no Canadá, decidem vir para o Brasil no inicio de 1920, aonde veio a falecer nesse ano o Sr. Raymond. Chegando ao Brasil, foram residir em torno do Lago de Guarapiranga/São Paulo. Foi o fato de usar o nome próprio, e viver totalmente anônima que levou a data de seu desencarne ser praticamente desconhecida.

O filho Victor Hector Demaison desencarnou no dia 31 de julho de 1968, no Rio de Janeiro, afamado por sua participação em assuntos náuticos. Foi casado com Clara, uma polonesa e teve três filhos, Vivianne, Jacqueline e Victor Raymond.

Fontes: o lampadário Espírita - Edição de 12/2017 e 01/2018

Portal: Lampadário Espírita

Referências biográficas:

Loureiro, Carlos Bernardo. As Mulheres Médiuns. 1ª edição, FEB, Rio, 1996.
Revista O Semeador - Abril de 1981
Pires, José Herculano. Os três Caminhos de Hécate. Cap. 4: fenômenos de Materialização”.

Imoda, Enrico. Fotografie di Fantasmi. Turim, 1912 (Italian)

Imoda, Enrico. Fotografie di Fantasmi. Turim, 1912 (Italian)

Médium Linda Gazzera

Imoda, Enrico. Fotografie di Fantasmi. Turim, 1912 (Italian)

Médium Linda Gazzera

Imoda, Enrico. Fotografie di Fantasmi. Turim, 1912 (Italian)

Médium Linda Gazzera

Imoda, Enrico. Fotografie di Fantasmi. Turim, 1912 (Italian)

Médium Linda Gazzera

Imoda, Enrico. Fotografie di Fantasmi. Turim, 1912 (Italian)

Médium Linda Gazzera

Imoda, Enrico. Fotografie di Fantasmi. Turim, 1912 (Italian)

Médium Linda Gazzera

Imoda, Enrico. Fotografie di Fantasmi. Turim, 1912 (Italian)

Médium Linda Gazzera

Um Espírito que materializa o busto

(Observe-se comparando a altura da poltrona)

Imoda, Enrico. Fotografie di Fantasmi. Turim, 1912 (Italian)

Médium Linda Gazzera

Um Espírito que materializa o busto

Imoda, Enrico. Fotografie di Fantasmi. Turim, 1912 (Italian)

Médium Linda Gazzera

Sorriso feliz

Imoda, Enrico. Fotografie di Fantasmi. Turim, 1912 (Italian)

Médium Linda Gazzera

Busto pairando no ar

Imoda, Enrico. Fotografie di Fantasmi. Turim, 1912 (Italian)

Médium Linda Gazzera

Busto pairando no ar

Imoda, Enrico. Fotografie di Fantasmi. Turim, 1912 (Italian)

Médium Linda Gazzera

O mesmo Espírito (ampliação)

Imoda, Enrico. Fotografie di Fantasmi. Turim, 1912 (Italian)

Médium Linda Gazzera

Mais um busto admirável

Imoda, Enrico. Fotografie di Fantasmi. Turim, 1912 (Italian)

Médium Linda Gazzera

Imoda, Enrico. Fotografie di Fantasmi. Turim, 1912 (Italian)

Médium Linda Gazzera

Um espírito sorridente

Imoda, Enrico. Fotografie di Fantasmi. Turim, 1912 (Italian)

Médium Linda Gazzera

O Espírito, grato, observa a médium

Imoda, Enrico. Fotografie di Fantasmi. Turim, 1912 (Italian)

Médium Linda Gazzera

Os controladores, formando corrente, reforçam os fluidos da médium

Imoda, Enrico. Fotografie di Fantasmi. Turim, 1912 (Italian)

Médium Linda Gazzera

Dois Espíritos, notando-se que poupam ectoplasmas da médium, recobrindo-se com tecidos leves

Imoda, Enrico. Fotografie di Fantasmi. Turim, 1912 (Italian)

Médium Linda Gazzera

Outra linda criança

Imoda, Enrico. Fotografie di Fantasmi. Turim, 1912 (Italian)

Médium Linda Gazzera

A médium Senhora Gazerra, os controladores sábios e lindo Espírito, encantadora criança

Imoda, Enrico. Fotografie di Fantasmi. Turim, 1912 (Italian)

 

Fontes: Lampadário Espírita (Portal Espírita)

Fontes: Canal Jorge Hessen: Documentário BBC - A Ciência e as Sessões Espíritas (Documentário produzido pelo respeitado canal de televisão britânico BBC, no qual temos o resgate histórico daqueles foram os mais extraordinários eventos do século XIX: as manifestações espirituais, das quais brotaram, além da Doutrina Espírita, as grandes e revolucionárias invenções tecnológicas na âmbito das telecomunicações, como o rádio e a televisão)

As experiências com o Professor Charles Richet que foi apresentada pelo Prof. Imoda, Linda Gazzera, em fins de 1909, vai a Paris trabalhar com o criador da Metapsíquica.

Grande número de sessões foi realizado no Círculo de Pesquisas do mestre francês.

O sucesso que as sessões de Linda Gazzera provocaram em Paris, no Círculo do Sr. Richet, e que pode ser avaliado pelas inúmeras cartas-relatos que este endereçou ao Prof. Imoda. Transcreveremos apenas trechos uma delas para se poder bem apreciar a intensidade dos fenômenos produzidos, na "cidade luz", pela faculdade mediúnica de Linda Gazzera.

As sessões se realizaram na residência do Dr. Richet, com a assistência da Mme. Richet, e o Sr. Fontenay. Já na segunda sessão (domingo, 17 de abril de 1903) escrevia Sr. Richet ao Prof. Imoda:

Caro amigo:

Como você já deve saber que tivemos ontem à noite uma experiência com admirável sucesso. Graças a Fontenay, que é um excelente fotógrafo e tem ótimos aparelhos, obtivemos três boas chapas que mostram um antebraço e uma mão.

Linda Gazzera, pela sua extraordinária contribuição à Causa do Espírito, inscreve-se no rol das mais destacadas medianeiras que cumprindo desígnio superior tentaram (e ainda tentam) chamar a atenção do Homem para a realidade espiritual.

Charles Richet "O Grande Cientista do Invisível"

 

RELAÇÃO DE OBRAS PARA DOWNLOAD

 

Biografia de Linda Gazzera (Portal da FEB)

 

Biografia de Linda Gazzera (Revista O Semeador - Abril de 1981)

 

Enrico Imoda - Fotografie di Fantasmi. Turim, 1912, Italian (Arquivo Zipado de Fotos)

 

Cornélio Pires - Onde Estás, ó Morte? (Fotografias de Espíritos)

 

Baixar todas as obras da médium Linda Gazzera no arquivo zipado