CARLOS JULIANO TORRES PASTORINO

SABEDORIA DO EVANGELHO

Trechos da Obra:

A INSPIRAÇÃO

Aceitamos  que  a  Bíblia,  e  de  modo  particular  o Novo  Testamento,  tenham sido  inspirados,  direta  e sensivelmente, por espíritos, se bem que nem todos com a mesma elevação.

Pedro, com toda a sua autoridade de Chefe do Colégio Apostólico, afirma categoricamente, referindo-se aos escritores do Velho Testamento: “homens que falaram da parte de Deus, e que foram movidos por algum espírito santo.” (2 Pe. 1 :21). E ainda: “O Espírito de Cristo, que estava neles, testificou.” (1 Pe. 1: 11).

E no discurso de Estevão, narrado em Atos 7:53, o proto-mártir afirma: “vós que recebestes a Lei por ministério de anjos”, isto é, por intermédio de espíritos.

Tudo isso é normal e comum até nossos dias. Mas, desconhecendo a técnica, cientificamente estudada e experimentada por sábios e pesquisadores espiritualistas, a partir de Allan Kardec, os comentadores se  perdem  em  divagações  cerebrinas.  Ao  invés  de admitir  a  psicografia  (direta,  mecânica  ou  semimecânica) e a psicofonia (total ou parcial), a audiência evidência, ficam a conjeturar “como” pode ter-se dado o fato, chegando a afirmar que “as pedras da Lei foram realmente escritas pelo dedo de Deus.” (Dr. Tregelles, Introdução ao N.T.).

Mais modernamente, Joseph Angus (Hist. Doutr. e Interpr. da Bíblia), escreve: “notam-se, nas diversas partes da Bíblia, no conteúdo e no tom, diferenças evidentes; têm sido feitas distinções entre “inspiração de direção” e “inspiração de sugestão”(?); entre a iluminação e o ditado; entre “influência dinâmica” e “influência mecânica”. Vê-se que já se está aproximando da realidade, mas o desconhecimento dos estudos modernos o faz ainda titubear.

Ainda a respeito da inspiração, perguntam os teólogos se a inspiração da Bíblia deve ser considerada VERBAL (isto é, que todas as suas PALAVRAS tenham sido inspiradas diretamente por Deus - naturalmente no original hebraico ou grego), ou se será apenas IDEOLÓGICA. Faz-se então a aplicação: em Tobias, 11:9, é dito “então o cão que os vinha seguindo pelo caminho, correu adiante, e como que trazendo a notícia, mostrava seu contentamento abanando a cauda”. Pergunta-se: é de fé que “o cão abane a cauda quando está alegre”? E respondem: “não”, mas é de fé que naquele momento, um cão abanou a cauda.

Não era assim que pensava Jesus, quando dizia que “o espírito vivifica, a carne para nada aproveita” (30. 6:63); nem Paulo, quando afirmava: “não somos ministros da letra (escravos da letra), mas do espírito, pois a letra mata, mas o espírito vivifica.” (2 Cor. 3:6). E aos Romanos: “de sorte que sirvamos na novidade do espírito, e não na velhice da  letra.”  (Rom.  7:6.).  E  mais  ainda:  quando,  em  o  Novo Testamento se cita o Velho, a citação é sempre feita ad sensum (isto é, pelo sentido), e não ad lítteram  (literalmente), e quase sempre pela tradução dos Setenta, e não pelo original hebraico, embora fossem judeus.

INTERPRETAÇÃO

Para interpretar com segurança um trecho da Escritura, é mister:

a) Isenção de preconceitos

b) Mente livre, não subordinada a dogmas

c) Inteligência humilde, para entender o que realmente está escrito, e não querer impor ao escrito o que se tem em mente.

d) Raciocínio perquiridor e sagaz

e) Cultura ampla e polimorfa mas sobretudo:

f) Coração desprendido (puro) e unido a Deus.

Ver no site Coleção Fonte Viva - Obras ditadas pelo espírito Emmanuel (Interpretação dos textos evangélicos)

"Não extingais o Espírito. Não desprezeis as profecias. Examinai tudo. Retende o bem"

(I Te. 5: 19,20,21)
 

 RELAÇÃO DE OBRAS PARA DOWNLOAD

 

Torres Pastorino - Sabedoria do Evangelho - Índice Geral

 

Torres Pastorino - Sabedoria do Evangelho - 1.ª Volume

 

Torres Pastorino - Sabedoria do Evangelho -  2.ª Volume

 

Torres Pastorino - Sabedoria do Evangelho - 3.ª Volume

 

Torres Pastorino - Sabedoria do Evangelho - 4.ª Volume

 

Torres Pastorino - Sabedoria do Evangelho - 5.ª Volume

 

Torres Pastorino - Sabedoria do Evangelho - 6.ª Volume

 

Torres Pastorino - Sabedoria do Evangelho - 7.ª Volume

 

Torres Pastorino - Sabedoria do Evangelho - 8.ª Volume